20 anos de Arquivo X: A verdade continua lá fora

Arquivo X foi uma das séries mais inovadoras dos anos noventa. Estreando no ano de 93 ela trouxe um frescor à TV americana e atraiu uma verdadeira legião de fãs, até virar um fenômeno estrondoso. Com mais de 200 episódios e dois longas metragens, fica evidente o tamanho da importância desse seriado, que até hoje ainda influencia outros shows, desde Lost até Fringe.

Meu caso de amor com Arquivo X começou um tanto tardio, já que em 93 eu tinha apenas 8 anos. Só fui me ligar na série quando esta já estava na sua sexta temporada, ou seja, na minha adolescência. No entanto, a paixão foi quase imediata. Passei a acompanhar todos os episódios que saíam pela Fox e também via aqueles que passavam na TV aberta, se não me engano na Record. Foi um tanto difícil me inteirar de todas as conspirações e mitologias, afinal perdi cinco temporadas, mas o fascínio pelos casos que Mulder e Scully investigavam (e também pelo relacionamento dos personagens) crescia a cada quarta-feira.

Depois de alugar quase todas as VHS disponíveis na minha cidade (sim, na época não haviam coletâneas de DVDs e a internet engatinhava), consegui assistir quase todos os episódios das temporadas anteriores (minhas favoritas são a terceira  e a quarta). Nessa época também passei a ir aos eventos (grande Estação Genesis!), a conversar com outros fãs, conhecer novas teorias e comprar livros sobre a série (para falar a verdade, qualquer produto sobre a série). Já podia me considerar uma excer de verdade! 😉

Arquivo X teve uma grande significado na minha vida. Conheci pessoas importantes graças ao seriado, tive meus dias de fã xiita surtada (e vamos combinar que eram dias divertidos) e também iniciei minha caminhada na escrita. As fanfics sobre Mulder e Scully foram minhas primeiras tentativas de escrever histórias e, sem dúvida, ajudaram muito no meu aprendizado. Por tudo isso, os 20 anos da série têm aquele gostinho especial para mim. Bate uma saudade forte, aquela vontade louca de ver mais sobre meus agentes do FBI favoritos. Enfim, os anos podem passar, mas eu ainda vou acreditar que a verdade está lá fora.

Anúncios

5 comentários sobre “20 anos de Arquivo X: A verdade continua lá fora

  1. Arquivo X é a minha série favorita até hoje, tenho todas as temporadas e filmes e sempre que posso revejo. Interessante ter dito que através da série conheceu pessoas que hoje sao importante para voce, pois o mesmo aconteceu comigo, conheci muita gente legal, amigos que hoje ainda estao presentes na minha vida. Tinhamos um fã-clube onde nos reuniamos para ver os episodios que eu havia gravado em fitas VHS, rs. Parabéns pelo texto.

  2. Olá,Roberta! Puxa, eu amava muito, muito Arquivo X. Eu assistia com uns 10 anos, até hoje tenho revistas com matérias sobre Arquivo-X e um poster do Mulder e da Scully. O meu toque de celular super arcaico na época era a abertura de Arquivo X. Meus coleguinhas de classe me achavam super surtada, hehehe, mas eu não me importava. Era uma série muito boa mesmo. Que saudade!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s